LÉO BARGOM
Poesias e Contos, Sentimentos e Versos, Sonhos e Visões de um Premonitor.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
O CORPO, A CAPACIDADE FÍSICA E A ÁGUA?
 
"Nossos corpos são nossos jardins, cujos jardineiros são nossas vontades".
Otelo, de William Shakespeare Ato I - Cena III: Iago
 
         Corpo é o organismo material ou físico dos seres vivos. No caso dos seres humanos especialmente, está associado com os conceitos de alma, personalidade e comportamento. O estudo do corpo é conhecido como anatomia. Em anatomia, um corpo é o conjunto das várias partes que compõem um animal e, após sua morte, o corpo é considerado um cadáver.
          Se referir a um corpo vigoroso muitas vezes acende a ideia de que, como o adjetivo diz, seja forte e perfeito, com massa muscular marcante, bíceps avantajados e tanquinho pronunciado, mas a grande variedade de alturas, larguras, gorduras e musculaturas de formas do corpo e da massa muscular que compõem os físicos de atletas dos esportes são totalmente inimagináveis.
           Esta é a qualidade física conseguida por uma combinação de ações musculares com o propósito de assumir e sustentar o corpo sobre uma base, contra a lei da gravidade. É um sistema complexo, que envolve a captação de informações externas e feedbacks internos do sistema nervoso e do sistema osteomuscular em constante adaptação para manter os movimentos coordenados e sincronizados.
A CAPACIDADE FÍSICA
    Equilíbrio é uma capacidade física que, como qualquer outra, precisa ser treinada e, quase sempre, é negligenciada pelos atletas, que acreditam que ela estará naturalmente presente. À medida que envelhecemos, todas as capacidades físicas sofrem um declínio, e aliada à diminuição da acuidade visual, força e audição, estabelece-se um quadro perfeito para diminuir o rendimento e principalmente provocar quedas e lesões.
          É necessário incluir nos treinos, desde a juventude, exercícios específicos de equilíbrio que vão melhorar não só a própria acepção do atleta como irão fortalecer os pequenos músculos que estabilizam as articulações, garantindo assim maior controle e precisão nos movimentos.
A ÁGUA
           A perda de água é um fator limitante ao desempenho e a melhor maneira de se monitorar esta perda é pesando o atleta antes e depois da atividade. O atleta pode perder até 4 litros por hora em atividade. A porcentagem de água corporal é menor nas mulheres.
          A sede só é sentida quando se perdeu 2% do peso corporal em água.  Se a atividade foi feita com uma hidratação satisfatória, não deve haver diferença entre o peso antes e depois do exercício. O atleta deve acostumar-se a beber líquidos antes, durante e depois da atividade, mesmo sem sentir sede. Ainda é prática entre alguns atletas o comportamento de beber pouca ou nenhuma água durante a atividade. No esporte amador muitos têm a crença incorreta de que beber água pode piorar o desempenho.
Entre os efeitos da desidratação estão:
Aumento de:
  • Perturbações intestinais;
    Viscosidade do sangue;
    Frequência cardíaca;
    Temperatura interna necessária para sudorese;
    Temperatura interna para determinada intensidade de exercício.
Diminuição de:
  • Taxa de esvaziamento gástrico;
    Volume plasmático;
    Fluxo sanguíneo para os órgãos;
    Volume venoso central;
    Capacidade de bombeamento do coração;
    Sudorese;
    Fluxo de sangue para a pele.
          A água deve ser ingerida de maneira fracionada porque a ingestão de grandes volumes leva a um aumento na produção de urina. A água é uma substância química composta de hidrogênio e oxigênio, sendo essencial para todas as formas conhecidas de vida na Terra. As lágrimas são outro exemplo de eliminação de água, todas as formas conhecidas de vida precisam de água.         
          Quando um atleta começa uma corrida ou qualquer disputa esportiva com um volume de água corporal inferior ao normal, ocorrem efeitos desfavoráveis na função cardiovascular, na termo-regulação, bem como no seu desempenho esportivo.
          Quanto mais tecido muscular maior a quantidade de água no organismo, ocorrendo o inverso com o tecido adiposo, mais tecido adiposo, menos água no organismo. A porcentagem varia de acordo com os diferentes tecidos corporais. As células dos músculos e vísceras têm a mais alta concentração de água e as células dos ossos a mais baixa.
          A quantidade de água perdida nas 24hs deve ser reposta ao longo do dia para manter a saúde e o funcionamento do organismo. De acordo com estudos, a quantidade de líquidos recomendada durante e após um exercício físico são: Antes do exercício: 500ml de líquidos nas duas horas que antecedem um exercício. Durante o exercício: ingerir em intervalos regulares, com o objetivo de repor toda a água perdida através do suor. Recomenda-se o consumo de líquidos com quantidade adequadas de carboidratos e eletrólitos (isotônicos) para eventos com duração maior que 1 hora. Os líquidos devem ser ingeridos em temperatura menor que do ambiente (entre 15 a 22ºC). 
          Os benefícios da água são muitos: Transporta nutrientes pelo organismo e os produtos resultantes do metabolismo, é um importante lubrificante nas articulações, regula a temperatura do nosso corpo, é essencial para todos os processos fisiológicos de digestão, absorção e excreção.
          Achamos que a água é um bem essencial e necessário a nossa saúde, por isso, adaptamos a pirâmide alimentar a uma nova versão, incluindo água e atividade física, por entendermos que a alimentação, a água e a atividade física estão relacionadas a um estilo de vida saudável.
           Na atividade física as perdas de água ocorrem através do aumento da temperatura corporal e pela respiração. A sede não é um bom indicador para a necessidade de ingestão de líquidos, quando perceptível já ocorreu um déficit de aproximadamente 2% de perda de peso total.
          A perda de água corporal através do suor, maior que 5% do peso corporal estão associadas a fadiga e coloca o atleta em risco, assim como a ingestão insuficiente de água pode levar a desidratação. Quanto maior a desidratação, menor o fluxo sanguíneo.
           Não espere sentir sede, beba água a vontade, praticante de atividade física redobre os cuidados com a hidratação, monitore seu peso e a cor da urina (normal= amarelo claro) antes e depois da atividade física. Esse cuidado ajuda a identificar se está bem hidratado. Procure um profissional qualificado (nutricionista e/ou preparador físico) para indicar a quantidade de água necessária para cada tipo de exercício.

 
Leonires Barbosa Gomes – Treinador Esportivo
"A leitura é para o intelecto o que o exercício é para o corpo".
Reading is to the mind, what exercise is to the body.”
                                              Joseph Addison;
 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
A vida humana, assim como a de todos os seres vivos depende da água.  SoBiologia.com. Página visitada em 17 de janeiro de 2012.
Brasil Escola. Página visitada em 17 de janeiro de 2012.
* LOLLO, Pablo Christiano B.; TAVARES, Maria da Consolação G. F. C.; MONTAGNER, Paulo Cesar. Educação Física e Nutrição. Lecturas: Educacion Física y Deportes, 10: 77 – 10/2004.
* Treinamento Físico-Desportivo e Alimentação. Fernández MD, Saínz AG & Castillo Garzón MJC. Editora Artmed. 2ª Ed. Porto Alegre, RS, 2002 
* Nutrição e suplementação esportiva. Bacurau, RF. Editora Phorte. 5ª ed. São Paulo, SP, 2007 
Treinamento Físico-Desportivo e Alimentação. Fernández MD, Saínz AG & Castillo Garzón MJC. Editora Artmed. 2ª Ed. Porto Alegre, RS, 2002 
* LOLLO, Pablo Christiano B.; TAVARES, Maria da Consolação G. F. C.; MONTAGNER, Paulo Cesar. Educação Física e Nutrição. Lecturas: Educacion Física y Deportes, 10: 77 – 10/2004.
* - American College of Sports Medicine

 

 
Léo Bargom e Leonires Barbosa Gomes
Enviado por Léo Bargom em 20/07/2020
Alterado em 20/07/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
RASTROS DA ÁFRICA Léo Bargom R$27,90
RASTROS DA ÁFRICA Léo Bargom R$9,90
FUGA IMPROVÁVEL Léo Bargom R$31,79
PASSOS PARA SE TORNAR UM ATLETA CAMPEÃO! Léo Bargom R$29,89
2 CONTOS 1 Léo Bargom R$31,38
CONTOS SOBRENATURAIS Léo Bargom R$34,76
CINQUENTA SONETONS DE CINZA Léo Bargom R$31,01
QUER EMAGRECER, É SÓ COMEÇAR? Léo Bargom R$32,45
A CRIATURA 3D Léo Bargom R$28,86
RASTROS DA ÁFRICA Léo Bargom R$31,21
CORPO SECO E A LEGIÃO DE ZUMBIS Léo Bargom R$36,26
QUATRO ESTAÇÕES Léo Bargom R$30,47
AS AVENTURAS DE GALINZÉ Léo Bargom R$29,15
ROSA, ROSINHA, NEM TUA, NEM MINHA Léo Bargom R$27,58
2 CONTOS 2: A CASA AO LADO & OS HERDEIROS DAS... Léo Bargom R$23,00
2 CONTOS III: O VISITANTE NOTURNO & O ÍNDIGO Léo Bargom R$24,00
2 CONTOS: A Criatura 3D & Almas Rejeitadas (2... Léo Bargom R$22,00
A DOR EM VERSOS Léo Bargom R$15,27
AS AVENTURAS DE GALINZÉ - O GALINHO VALENTE: ... Léo Bargom R$10,54
ATLETISMO COMO CONTEÚDO CURRICULAR NOS ANOS I... Léo Bargom R$16,57
ATLETISMO COMO ESPORTE BASE NO DESENVOLVIMENT... Léo Bargom R$17,01
BRINCADEIRAS SÓCIO-EDUCATIVAS COMO BASE DESPO... Léo Bargom R$13,77
CINQUENTA SONETONS DE CINZA: SONETOS Léo Bargom R$13,78
CONTOS DE LENDAS BRASILEIRAS Léo Bargom R$18,29
CONTOS DE SUSPENSE - HISTÓRIAS DE APARIÇÕES E... Léo Bargom R$15,66
CONTOS SOBRENATURAIS CIDADE... QUANDO A NOITE... Léo Bargom R$15,96
CONTOS SOBRENATURAIS LOBISOMEM, LUA CHEIA, MI... Léo Bargom R$12,37
CONTOS SOBRENATURAIS: LENDAS URBANAS Léo Bargom R$15,96
CONTOS SOBRENATURAIS: PESADELOS...NÃO ACORDE,... Léo Bargom R$12,33
CONTOS: UMA BRAÚNA... CONTOS E CAUSOS DO SERT... Léo Bargom R$11,42
www.leobargom.prosaeverso.net
OS SINAIS?
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links